EMPREENDEDORISMO E GERAÇÃO DE RENDA

A todo, a Prefeitura do Recife vai apoiar a geração de renda de um total de 549 empreendedores. O Bairro do Recife contará com 98 tendas de comida e bebida, distribuídas pelos pontos de maior movimento: proximidades do Marco Zero, Praça do Arsenal, Avenidas Alfredo Lisboa e Marquês de Olinda, Ruas do Bom Jesus, Mariz e Barros, Dona Maria César, Barbosa Lima e Cais do Alfândega. As atividades já começam no dia 13, para atender a programação disponível que inclui o Pré-Amp e o Porto Musical.

Os 98 empreendedores fazem parte de sete associações de economia solidária, acompanhadas pela Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (STQE), com atuação na área central da cidade. Além destes, a Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano cadastrou 222 comerciantes informais para atuar no Bairro do Recife, em tabuleiros fixos e outros 100 volantes.

Também estarão à disposição dos foliões estandes de comidas típicas na Rua Dona Maria César, com 12 artesãos cadastrados no Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Artesanato do Recife (Prodarte), e 10 tapioqueiras distribuídas pelo bairro.

Já nos polos descentralizados (Campo Grande, Jardim São Paulo, Ibura, Cordeiro, Várzea, Chão de Estrelas e Brasília Teimosa), outros 69 profissionais das próprias comunidades estarão a postos para garantir que não falte comida e bebida na festa.

Vale destacar também que seis mulheres da Associação Mãos que Transformam estarão a postos na Central do Carnaval para vender adereços carnavalescos e customizar as roupas dos foliões. Já na Rua Domingos José Martins, ao lado do Paço do Frevo, funcionará a Central do Artesanato, com a participação de 30 artesãos do Prodarte, onde serão comercializados fantasias, adereços e artigos carnavalescos. A central vai funcionar entre os dias 14 e 25, das 14h às 22h na semana pré e das 14h à meia noite no Carnaval. Haverá também duas cabines para maquiagem e caricaturas.