Central do Carnaval

A festa é de rua, mas o conforto do folião está garantido no bairro histórico. Dividida em quatro estruturas, a Central do Carnaval será montada novamente este ano pela Prefeitura do Recife, oferecendo ao público desde lanchonetes até caixas eletrônicos, além de informações sobre saúde e combate à violência. Alguns serviços já começam a funcionar nos próximos dias 22 e 23 de fevereiro, dois dias antes da abertura oficial da festa.  A estrutura será montada pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer na Rua do Observatório, perto da Torre Malakoff, e no Paço Alfândega.

A Arena Gastronômica, como nos anos anteriores, será na Rua do Observatório e contará com uma praça de alimentação com 11 restaurantes, nove deles oferecidos em parceria com a Abrasel-PE. Para restabelecer as energias dos foliões, estarão oferecendo seus cardápios: Nordeste Sabor (cozinha regional); Comadre Coxinha (coxinhas); Hakata (cozinha oriental); Espetinho da Ceça (espetinhos); Rei das Coxinhas; República dos Pastéis; MyBurger (hambúrguer); Taberna Portuguesa (cozinha portuguesa); Plin Restaurante (pizzas e sanduíches naturais); Tahsty (doces); e o Villa Açaí.

Ainda na Rua do Observatório, o folião terá acesso a um polo de serviços com achados e perdidos; lojas de CDs e DVDs; estandes para customizações carnavalescas e tatuagens de henna; estande de moda e artesanato; grife do Carnaval; espaço Cuide-se, com distribuição de preservativos e lubrificantes; farmácia; estande da Secretaria Municipal da Mulher, para promoção  da campanha de combate à violência contra a mulher e distribuição de material informativo; além de posto avançado do Procon e dois caixas eletrônicos.

A Arena Gastronômica, as lojas e estandes da Rua do Observatório estreiam na semana pré-carnavalesca, a partir do dia 22 de fevereiro, das 16h às 22h. Nos dias de festa, de 24 e 28 de fevereiro, o expediente das lanchonetes será ampliado, com início às 16h e encerramento somente às 2h. Os demais serviços encerram à meia-noite nos dias de folia.

No Paço Alfândega, vai ter mais estrutura para atender quem vai brincar e também quem vai trabalhar na folia. Lá, serão estruturados um polo infantil, com área de recreação e fraldário, das 13h às 23h, e também a Central de Imprensa, com serviços de apoio aos jornalistas previamente cadastrados para cobrir a festa. Os espaços montados para os pequenos foliões e a mídia estarão disponíveis entre os dias 24 e 28 de fevereiro.

Já tradicional no Carnaval da cidade, a Central do Carnaval atendeu mais de 400 mil pessoas e gerou 730 empregos diretos e indiretos no ano passado, entre os dias 31 de janeiro e a Quarta-feira de Cinzas, movimentando R$ 520 mil. O serviço de achados e perdidos atendeu 250 pessoas. Ao todo, 110 objetos, entre carteiras de motorista, de identidade, cartão de crédito e carteiras, foram encontrados e devolvidos.

A desmontagem de toda a estrutura da Central do Carnaval será na Quarta-feira de Cinzas (01/03).