Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430

Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430

Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430

Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430

Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430

Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430

Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430

Warning: trim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/e/cc/bb/carnavalrecife/public_html/site/wp-includes/link-template.php on line 3430
Troças Carnavalescas – Carnaval Recife 2017
 

TROÇA CARNAVALESCA

As Troças assemelham-se aos Clubes de Frevo. Saem pela manhã ou à tarde apresentando-se nas ruas do centro ou do subúrbio recifense. Nas comunidades em que se originam, arrebatam homens, mulheres, crianças e idosos. O improviso, a descontração e a irreverência são a tônica no desfile dessas agremiações.

A palavra “troça” vem do verbo “troçar” que significa “ridicularizar”, “escarnecer”, “zombar de”. Palavras que traduzem o verdadeiro espírito da brincadeira. O surgimento de uma troça está quase sempre ligado a uma história pitoresca, ou a uma brincadeira entre amigos.

A organização de uma troça no momento de sua apresentação obedece à seguinte sequência: a diretoria, seguindo-se de balizas ladeadas por cordões, figuras de frente, passistas, fantasias de destaques, porta-estandarte e uma orquestra de metais, que encerra o desfile.

De maneira geral as troças são caracterizadas pela simplicidade. Porém, temos a presença de alguns grupos tradicionais que trazem grandes orquestras, alas rigorosamente organizadas, temas, destaques grandiosos e são tão luxuosas quanto os Clubes de Frevo (noturnos), tornando-se o horário do desfile quase uma determinante para a sua designação.

Muitas troças desfilam no Carnaval do Recife, participam do Concurso de Agremiações Carnavalescas e outras se apresentam apenas em suas comunidades.

TROÇA CARNAVALESCA MISTA ABANADORES DO ARRUDA.

A Troça Carnavalesca Mista Abanadores do Arruda foi criada em 01 de outubro de 1934, no Alto da Alegria, no  bairro de Água Fria, por Manuel João, José Gonçalves de Santana e Amaro Santiago. Este último, inspirado no símbolo do Clube Vassourinhas (a vassoura), insistiu em denominar a agremiação também por um objeto de trabalho. Assim foi batizada a Troça Abanadores, conhecida carinhosamente por abano. A palavra arruda é incorporada ao seu nome em 1937, quando José Gusmão assume a presidência e a sede passa a ser no bairro do Arruda.

Seus emblemas são dois abanos, uma boneca, um sol e uma lua. Suas cores oficiais, o vermelho, o verde e o amarelo, estão ligadas aos orixás Ogum e Oxum. Abano possui diversos frevos próprios compostos pelo maestro José Constantino, como Nó Cego, Abanadores de Ouro e Abano do Meu Coração.

Detentora de muitos títulos no Concurso de Agremiações Carnavalescas, a Troça também se apresenta na sua comunidade. A sede fica no bairro da Bomba do Hemetério, onde nos finais de semana acontecem várias festas dançantes. Sua atual presidente é a Sra. Alzira Maria Dantas.

Endereço: Rua Bomba do Hemetério, nº 234, Bomba do Hemetério, Recife

Contatos: (81) 98327.8808 / 98667.0500 (Alzira)

TROÇA CARNAVALESCA MISTA BATUTAS DE ÁGUA FRIA

A Troça Carnavalesca Mista Batutas de Água Fria foi fundada em 11 de fevereiro de 1940, como uma brincadeira para animar o carnaval da comunidade de Água Fria. A Troça começou como Batutas Infantil, na qual desfilavam apenas crianças.

Com o passar dos anos, seu fundador, José Dias, percebeu o aumento do interesse por parte dos adultos pela agremiação e se reuniu com os demais organizadores, Humberto de Brito, Milton Correia, José Antônio da Cruz, Antônio de França e José Cipriano, a fim de propor que pessoas de todas as idades pudessem desfilar. Assim, em 1946, Batutas Infantil passa a se chamar Troça Carnavalesca Mista Batutas de Água Fria.

A Troça participa ativamente do Concurso de Agremiações promovido pela Prefeitura do Recife, no qual já conquistou vários títulos. Batutas, como é carinhosamente conhecida, tem como cores oficiais vermelho, branco e verde e seu símbolo é uma batuta de maestro. Seu atual presidente é Valmir Carneiro Gondim.

A agremiação possui sede no bairro de Água Fria, onde realiza eventos festivos durante todo o ano, mantendo uma significativa relação com a comunidade.

Endereço: Rua Egas Muniz, nº 184, Água Fria, Recife

Contatos: (81) 99851.4423 / 98941.4865  (Valmir)

TROÇA CARNAVALESCA MISTA CACHORRO DO HOMEM DO MIÚDO

A data de fundação da troça remonta ao dia 05 de março de 1910, quando a partir de uma estória pitoresca, nasceu a agremiação. Durante muitas décadas ela manteve-se no bairro dos Coelhos e hoje está situada no bairro de Caixa D’água.

Na volta de um enterro, alguns amigos, associados do Clube Lenhadores da Boa Vista, presenciaram a cena de um vendedor de miúdos, embriagado, procurando juntar o cavalete e seu tabuleiro para ir para casa. Algumas pessoas tentam ajudá-lo, mas o tabuleiro cai, espalhando os miúdos pelo chão. Todos ficam aguardando que os cachorros que o acompanhavam se atirassem sobre a mercadoria, devorando-a. Para surpresa geral, os cães, além de não comerem o miúdo, ainda o vigiam para que ninguém se aproxime. Diante da situação inusitada, um dos fundadores propôs fazer uma troça (para sair de dia, visto que Lenhadores desfilava à noite), que foi batizada de Cachorro do Homem do Miúdo. Os fundadores foram: Antônio Oliveira, Bernardino Sena, José Mário Costa, Antero Gomes e Alfredo Maximiliano.

A Troça detém inúmeros títulos obtidos nos Concursos de Agremiações da Prefeitura do Recife. Seu presidente, desde 1992, é Carlos Orlando Pinheiro da Silva.

Cachorro não possui sede própria. Suas cores oficiais são vermelha, branca, verde e amarela, e como não poderia deixar de ser os símbolos expostos no estandarte apresentam os personagens da estória que envolve sua criação:  o miudeiro, os cachorros e o tabuleiro de miúdos.

Endereço: Rua Padre Venâncio, nº 123, Boa Vista, Recife

Contatos: (81) 98811.6220 / 98408.9635

TROÇA CARNAVALESCA MISTA CAMISA VELHA

Em 15 de fevereiro de 1922 foi fundada a Troça Carnavalesca Mista Camisa Velha. Seu nome é oriundo de uma história pitoresca. No domingo de carnaval do ano de 1922, acontecia de forma amistosa um jogo de futebol no qual jogavam moradores das comunidades do Cordeiro e da Mustardinha. O jogo foi interrompido por causa da folia carnavalesca e os jogadores saíram do campo em direção à casa de Dona Candira, onde costumavam se reunir; no caminho, encontraram uma camisa velha que logo foi transformada em um estandarte improvisado, fato que deu nome à nova troça.

Seus fundadores foram José Antonio Guimarães, José Alves da Silva, João Rodrigues, Linda Alves, Hermínio Tavares, Candira Rocha, Amaro Rocha e João Vicente dos Santos. A agremiação tem como cores oficiais o vermelho e a branco, e uma camisa e uma máscara de carnaval como símbolo.

Além do Concurso de Agremiações, onde conquistou diversos títulos, a troça desfila em sua comunidade. Não tem sede própria, e seu atual presidente é Dalmo José Bispo, sobrinho neto de uma das fundadoras.

Endereço: Rua Cabo Honorato, nº 175, Cordeiro, Recife

Contatos: (81) 98873.3254 / 98529.3465

TROÇA CARNAVALESCA MISTA TEIMOSO EM FOLIA

Em 08 de janeiro de 1945, no bairro da Mustardinha, foi fundada a Troça Carnavalesca Mista Teimoso em Folia. A agremiação ganhou esse nome depois de uma reunião dos amigos Ramiro Eufrásio, Zé do Monte e Pereira, que discutiam sobre a criação de uma brincadeira para animar a comunidade. O impasse na escolha do nome fez com que dois dos amigos reunidos percebessem a teimosia do terceiro integrante, sugerindo então batizar a agremiação de Teimoso em Folia, hoje a mais antiga do bairro da Mustardinha.

Teimoso tem como símbolo uma árvore e dois homens, embaixo dela, discutindo, numa cena que remete à história da troça. Sua cores oficiais são o azul e o branco.

O atual presidente é Nilton Laureano da Fonseca, que assumiu a troça em 2004, no lugar anteriormente ocupado por seu pai, José Laureano (que recebeu de Zé do Monte, um dos fundadores, a incumbência de dirigir a troça.)

Além de participar do Concurso de Agremiações da Prefeitura do Recife, onde conquistou vários títulos, a troça desfila em sua comunidade no domingo de carnaval.

Endereço: Rua João Trajano, nº 212, Mustardinha, Recife

Contatos: (81) 98723.1058 / 98308.0394

TROÇA CARNAVALESCA MISTA FORMIGA SABE QUE ROÇA COME

Fundada em 15 de janeiro de 1957 no bairro de Ipsep, a Troça Carnavalesca Mista Formiga Sabe Que Roça recebeu esse nome do seu fundador, Eládio Paiva que, com um grupo de amigos, em um domingo de confraternização, resolveu fazer uma “brincadeira” para sair no carnaval. Ao informar à esposa, D. Luiza, da sua ideia de criar uma troça, ela inicialmente respondeu: Formiga sabe o que roça come”. Prontamente, Eládio e seus amigos batizaram a agremiação com essa expressão, contando com a adesão de D. Luíza que nesse mesmo ano desfilou na agremiação.

A atual presidente, Carmelita Alves de Brito, desfila na troça desde os nove anos de idade e está à frente do grupo desde 2001. Formiga, como é carinhosamente chamada, já foi campeã e vice-campeã de muitos carnavais do Recife.

Possui como cores oficiais: amarelo, verde, azul e branco. O seu símbolo é a própria formiga, que aparece no estandarte com uma folha na trinca. Tem como hino o frevo de rua “Formiga Está de Volta”, de autoria do maestro Ademir Araújo, e “Formiga Sabe Que Roça Come”, do maestro Nunes.

A troça não possui sede própria, nem realiza ensaios. Participa do Concurso de Agremiações e desfila em sua comunidade no último dia de carnaval.

Endereço: Rua Virgínia Heráclito, nº 422 B, bairro do Ipsep, Recife

Contatos: (81) 98587.1452 / 3032.3986 (Fátima)