Foliões eletrizados lotam o Marco Zero para pular ao som de Alceu Valença e Elba Ramalho

< Anterior  Próxima >
Cantor pernambucano fez um show repleto de clássicos e saiu, mais uma vez, consagrado (Foto: Diego Nigro/PCR)

A Terça-feira Gorda tradicionalmente faz uma multidão de foliões lotarem o Marco Zero e as ruas próximas. Neste ano não foi diferente: com uma programação trazendo Alceu Valença e Elba Ramalho não há como ter erro. O pernambucano subiu ao palco e apresentou um show impecável, recheado de sucessos. Com carisma de sobra e excelente interação com o público, Alceu foi emendando músicas conhecidas por todos que curtem a folia de Momo.

Após “Bicho Maluco Beleza”, o músico enfileirou “Diabo Louro”, “Vampira”, “Me Segura Senão Eu Caio”, “Chego já”, “Bom Demais”, “Pirata José”. Deu uma pausa apenas para perguntar “estão gostando do show?”. Mal recebeu a resposta afirmativa e continuou com “Madeira do Rosarinho”, “Girassol”, “Pagode Russo”, “Beijando a flora”, “Anunciação”. E encerrou o show cantando “Morena Tropicana” para um público empolgado, que queria mais.

Elba manteve o pique e fez o Marco Zero dançar e cantar durante toda sua apresentação (Foto: Anderson Stevens/PCR)

E a euforia dos foliões voltou rapidamente quando Elba Ramalho subiu ao palco pouco tempo depois. Antes a cantora concedeu uma entrevista coletiva, onde reafirmou o encanto que tem em participar do encerramento do Carnaval do Recife. “Cuido com carinho desse show, a gente como artista vai amadurecendo, eu sou muito inquieta, e acho que todo artista precisa se aprimorar e você tem que renovar sempre sua arte para continuar se comunicando com seu público”, disse a paraibana.

Assim que pisou no palco, Elba entregou ao público diversos sucessos, como “Banho de Cheiro”, “Chuva de Sombrinhas”, “País Tropical”, “Leão do Norte” e “Xote das Meninas”, além de músicas de Ivete Sangalo e Chico Science & Nação Zumbi. O Bairro do Recife foi ao delírio e pulou durante todo o show.

Mais cedo, o Marco Zero recebeu também apresentações do Clube Carnavalesco das Pás, maracatu de baque virado Nação Encanto da Alegria, bloco Amante das Flores, escola de samba Gigante do Samba e a cantora Gaby Amarantos.